Estudos discursivos em diferentes perspectivas: mídia, sociedade e direito

Estudos discursivos em diferentes perspectivas: mídia, sociedade e direito
Estudos discursivos em diferentes perspectivas: mídia, sociedade e direito
R$ 49,00
Autor: Micheline M. Tomazi, Lúcia H. P. Rocha, Júlio C. Pompeu (org.)
Estante: 9788583800484
Disponibilidade: Em Estoque
 

"No caminho das Ciências Humanas e Sociais, o Discurso se instaura, sobretudo porque desperta o interesse de pesquisadores de várias universidades brasileiras que, mesmo partindo de perspectivas teóricas diversas – que permeiam diferentes campos discursivos – abordam aspectos relacionados direta ou indiretamente à mídia, à sociedade e ao direito e trabalham com temáticas que envolvem minorias, raça, violência de gênero, conflitos e manifestações populares, sexualidade.

Os vários olhares estão revelados nas três seções, a saber: Discurso, gênero e mídia; Discurso, mídia e sociedade; Discurso, mídia e direito que se afinam, porque, como na música, se harmonizam, desenhando-se com os pincéis dos pesquisadores nas telas do: Estudos discursivos em diferentes perspectivas: mídia, sociedade e direito. Assim se configura esta obra coletiva, que se coloca como um convite à leitura dos estudos atuais que resultam dos Encontros promovidos pelo Grupo de Estudos sobre Discurso da Mídia (GEDIM) que conta com a digital da Professora Drª Micheline Mattedi Tomazi." - Lúcia Helena Peyroton da Rocha

---

"Diferentes tipos de poder podem ser diferenciados de acordo com os vários recursos empregados para exercer tal poder: o poder coercitivo do exército e outras pessoas violentas se basearão na força; os ricos terão poder por causa de seu dinheiro; o “poder de persuasão” mais ou menos dos pais, professores ou jornalistas pode ser baseado no conhecimento, na informação ou na autoridade. Note-se também que o poder raramente é absoluto. Os grupos podem controlar outros grupos ou somente controlá-los em situações especificas ou domínios sociais. Um juiz controla as pessoas só no tribunal e um professor apenas os alunos em uma sala de aula. Além disso, grupos dominados podem mais ou menos resistir, aceitar, tolerar, ser conivente ou cumprir, ou legitimar tal poder, e até mesmo achar que é “natural”. O poder dos grupos dominantes pode ser integrado em leis, regras, normas, hábitos e até mesmo em um consenso bastante geral e, assim, assumir a forma do que Gramsci (1971) chamou de hegemonia."

Teun A. van Dijk

Especificações
ISBN 9788583800484
Tipo Livro
Formato 16x23x2cm
Peso 0,600
Idioma Português
Encadernação Brochura
Edição 1
Ano 2016
Páginas 232

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:




Todos os direitos reservados à Terracota editora. Desenvolvimento Líquido Tecnologia.